julho 03, 2010

Infância!



"Olhando as crianças brincando
Comecei a pensar
Talvez quando eu era criança
Adulta eu queria ficar…

E mil lembranças
Voltam em minha mente
De quando eu era pequenina
Uma criança somente…..

Muitas recordações…
Dias felizes….as emoções
E ate das tristezas
Que um dia tive….

Sera mesmo que aproveitei?
Sera que eu valorizei?
A grandeza……a alegria..
Aquela vivencia em plena "folia"?

Sera que o adulto eu analisei?
Sera que eu acreditei?
Que tudo seria melhor quando eu crescesse?
E adulta eu fiquei!!!!!

                                                                        E hoje quero confessar
                                                                        Que a infância me fascina…
                                                                        E que eu daria tudo….
                                                                        Pra ficar de novo pequenina!"








23 left hand:

maria teresa disse...

Não deseje isso! Veja apenas o que a vida lhe tem dado de bom...
Crescer é mudar, rumando para um futuro que desejamos que seja melhor.
A esperança tem que estar sempre ao nosso lado!
Abracinho

Carol Fusquita disse...

Adorei seu blog ;D
estou seguindo, faz o msm beleza?!
wemadeyouguy.blogspot.com

Canhota! disse...

Olá Teresa!

Não nego...que por breves momentos gostaria de ser pequenina....

Aprecio e apreciarei tudo o que a vida me tem dado até hoje e que de certeza me irá dar...por isso costumo dizer com alegria: estou viva!

A esperança essa será sempre a última a "morrer" isso não duvido!

Crescer...tem sido muito bom...aprende-se, ensina-se, constroí-se...mas...tenho alturas que o crescer me "entristece"!

obrigada pelas suas palavras!


Olá Carol Fusquita!

Bem vinda!

Obrigada pela visita e pelo comentário!

jinhos:)

Tia Complicações disse...

Todas as idades têm o seu encanto. Ser pequenina não, mas um pouquinho mais velha de modo a ter poder decisão..

Mariana marciana disse...

Como eu me identifico com isto... era uma criança muito séria, cheia de vontade de ser grande; agora sou uma adulta recatada para a maioria das pessoas mas que já sabe o que é ser criança (mas é só para quem merece;))
beijoca

Nirvana disse...

Sabes, Canhotinha, acho que valorizamos mais a infância agora, que passou. Quando lá estavamos não precisavamos de pensar nisso, éramos crianças em pleno!
Muitas vezes me apetecia ser criança outra vez! Oh que tempos bons aqueles. Mesmo tendo cada idade o seu encanto.
Acho que trouxe um pouco dessa criança sempre comigo, mas não é a mesma coisa.
Beijinho grande :)

Catarina Reis disse...

Gostei do teu poema, é muito bonito. Quanto ao voltar a ser pequenina, tenho um metro e meio por isso tenho sempre a sensação de ser pequena.
Bjs

Tia Complicações disse...

Não me expliquei bem.

...Não gostaria de ser agora pequenina, talvez um pouquinho mais velha para poder alterar muita coisa na minha vida.
Gostaria de ser adolescente e com umas ideias preconcebidas era óptimo, não cometia os mesmos erros a segunda vez.

Canhota! disse...

Tia Complicações: entendi perfeitamente o que disse por vezes também gostava de ser um pouco mais nova para fazer umas alterações.....mas enfim!!! Temos é que viver o futuro!!!! e Bem!!!

Mariana...acho bem só mesmo para quem merece!!!!

Linda Nirvanazinha!!! Sabes por vezes até penso que sou "anormal" porque tenho imensas atitudes de "criança" mas ao mesmo tempo acho um certa graça...porque consigo neste momento juntar/unir o meu lado criança com o meu lado enta...tornando por isso uma junção muito interessante e até por vezes explosiva eheheheh!!!

Para todas muito beijinhos e obrigada! :)

Robin K disse...

Quando eramos pequeninos e apenas tinhamos medo daquilo que não existia.
Agora os monstros são bem mais reais e verdadeiros.

Muito obrigado pelas tuas palavras.

João disse...

Quem não queria voltara ser criança depois de ler ou reler O Menino Nicolau!?
aquilo é o q nós fomos e se o menino nicolau não faz sorrir, então, como diz Soeiro Pereira Gomes: "Somos filhos de homens que nunca foram meninos."

Maria Luísa disse...

que lindo!!!

Carlos Rodrigo disse...

Olá! Adorei seu Blog, axei MTO interessante, e que POESIA LINDAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAHHHH! - Vou te seguir! Eu criei o meu a um mês e alguns dias, se quiser dar uma olhada fique a vontade!
Bjx

Rolando disse...

muito 10. Mas nós crescemos e vivemos. A vida é isso. A vida é bela!

Roger disse...

A infância deixa sempre saudades, pela inocência e simplicidade que acarreta :)

Cumprimentos

Roger

Roger disse...

Obrigado pelo teu comment ;)

Beijinho

Lucia disse...

Uma vez eu li uma frase, pensamento ou algo assim (tá parecendo entrevista da Marília Gabriela, mas vai lá) que dizia que quando a gente amadurece, percebemos tudo de bom em situações e pessoas que não dávamos valor antes. me lembrei disso quando li a poesia. E como estamos sempre evoluindo sempre terá um pedacinho de nós que ainda é criança.

Robin K disse...

É uma altura tão doce das nossas vidas...

Adorei.

Pinkk Candy disse...

olá, espero que esteja tudo bem! nunca mais disseste nada...
beijinhos*

Canhota! disse...

Robin,

obrigada pela mensagem!

um beijinho!

Pinky!
Mais uma vez muito obrigada pela tua mensagem, adorei!
São pessoas como tu, que me fazem acreditar que felizmente ainda existem pessoas neste mundo que se interessam pelos outros de uma forma verdadeira e sã!
um beijinho muito especial!

obrigada

AVOGI disse...

ser criança é ...
não ter despesas para pagar
não ter de trabalhar
nao ter de levantar-se cedo
ter de conduzir
estas sao algumas das frases que os meus alunos escreviam sobre a diferença entre ser adulto e ser criança.
kis :):)

Canhota! disse...

Avogi!

Obrigada pela visita!

E olhe que os seus alunos até tem razão!!!

jinhos :)

Otário disse...

Quando as crianças brincam
E eu as ouço brincar,
Qualquer coisa em minha alma
Começa a se alegrar

E toda aquela infância
Que não tive me vem,
Numa onda de alegria
Que não foi de ninguém.

Se quem fui é enigma,
E quem serei visão,
Quem sou ao menos sinta
Isto no meu coração.

fernandito pessoa

;)