janeiro 09, 2010

Hoje senti-me uma mãe "linda de morrer"!

Hoje como todas as sextas-feiras depois de ir buscar o meu filhote, subiamos no elevador e ao olhar-me para o espelho do mesmo disse que amanhã tinha que ir dar um corte ao cabelo, assim como colocar uma "corzita" pois os brancos já começam a dar o ar da sua graça e o meu filho que não é um criança de grandes "mimos" (pai, desculpa mas sai um pouco a ti....) olhou para mim e disse:
- mãe, não cortes muito o cabelo porque eu gosto muito de te ver com esse tamanho, ficas linda!!!!

Fiquei estarrecida a olhar para ele e dei-lhe montões de




A vontade que tive naquele momento foi de chorar, pois já à muito, mas muito tempo que niguém me dizia algo tão lindo, tão verdadeiro, tão carinhoso e mesmo que alguém me diga algo semelhante, nunca mas nunca terá o sentido e o tom com que foi dito pela pessoa que eu mais amo neste Mundo que é o meu filho!

Obrigada M! A mãe adora-te por tudo o que és e por tudo que nos tens proporcionado ao longo destes quase 14 anos! Espero viver muitos mas muitos anos para poder continuar a dizer-te tudo isto e sempre pessoalmente tal como o tenho feito até hoje!

Como gosto muito da lua encontrei esta imagem que transmite aquilo que sinto.



São pequenos/enormes comentários como estes que nos fazem pensar e dizer que:  temos que viver a nossa vida dia a dia e que a mesma só é fantástica rodeada das pessoas que amamos!

Bom fim-de-semana!

2 left hand:

maria teresa disse...

Querida Canhota, a blogosfera é um lugar, por vezes, de enganos, de maldade,...mas quem tem essas atitudes não conseguem mentir enganar para sempre.
Com isto quero dizer-lhe que (os outros também dizem o mesmo, mas enfim) o meu "coração" alegra-se quando leio testemunhos como este e fico pensando que felizmente ainda há mães e filhos que nutrem um carinho, um respeito e um amor muito grnde um pelo outro e isso é meio caminho andado para num futuro se poder contar com mais um HOMEM.
Eu tenho filhos adultos excepcionais ( com os seus defeitos) em todas as vertentes humanas, só por isso já me considero uma mulher feliz.
Não consegui pôr por palavras o que penso mas entende-me certamente
Abracinho

Canhota@Canhota..... disse...

Querida Teresa, como sempre o meu obrigada pelo seu comentário, e apesar de visitar e de ter começado a ler à pouco tempo o seu blog só poderia mesmo ter filhos excepcionais!
Defeitos quem não os têm!

Também sou uma mulher muito feliz em relação ao filho que tenho e entendo perfeitamente o que pensa.

Abracinho para si também!